Livros Lidos

H

Há pouco mais de 500 anos, Johannes Gutenberg presenteou a humanidade com a mais importante invenção da sociedade pré-industrial: a prensa móvel. Hoje, graças a ele, temos livros em abundância, e eu sou pessoalmente gratíssima por isso. São raros, entretanto, os casos de pessoas que realmente aproveitam isso. Nesta página, há todos os livros que já li, com algumas marcações importantes nas obras literárias das quais eu mais gosto. Eu te convido a ler algum deles, hoje 🙂

O Pacto

de um ano

Em 2016, eu deixei de lado uma das atividades que eu mais gostava de fazer simplesmente porque disse que não tinha tempo para isso: a leitura. Como consequência, tive um dos anos mais fracos de livros dos últimos tempos: acrescentei apenas 6 ao meu portifólio.
Por isso, defini um pacto em 2017: eu leria, no mínimo, um livro por semana. E em 2018 eu continuo com o pacto.

Janeiro de 2018


1. O Ego é Seu Inimigo

de Ryan Holiday

Mais um livro indicado pelo Rodrigo Vinhas. Acho que vocês já devem estar acostumados a ver o nome do meu mentor por aqui, não?

O livro nos ajuda a destruir nosso maior inimigo: o ego.

Escrito pelo filósofo estóico Ryan Holiday, mesmo autor de O Obstáculo é o Caminho, nós viajamos por grandes nomes da história, nomes que entraram nela por ego ou por humildade.

Além disso, descobrimos um pouco mais sobre nós mesmos.

Livros sobre estóicos agora vão entrar ao menos uma vez por mês em minhas listas. Você tem alguma sugestão? Envie uma mensagem para mim, sim? contato@jornadasincriveis.com.br

2. Mostre Seu Trabalho

de Austin Kleon

✭✭✭✭✭ Livro Favorito do Mês

Eu já esperava um bom livro, porque o Austin – o “escritor que desenha” – é o mesmo autor de Roube Como um Artista, que é sensacional.

Mostre o Seu Trabalho me fez repensar em tudo o que eu vinha compartilhando, ultimamente, e que não dava tanto zum zum zum. Esse não é só um livro favorito no ano – é, também, um dos melhores livros que já li na vida.

Acredito que o livro possa entrar nessa de melhores da vida por conta de uma palavra simples: impacto. Foi isso o que o livro do Austin me causou 🙂

Quase todas as pessoas que admiro e que me inspiram hoje em dia, em qualquer profissão, colocaram o ato de compartilhar em sua rotina. Essas pessoas não estão badalando em festas e lançamentos, estão ocupadas demais para isso.

Todo dia, quando terminar de trabalhar, volte para seus registros e encontre algo do seu processo que possa dividir.

Um relatório diário é muito melhor que um currículo ou um portfólio, porque mostra no que estamos trabalhando neste momento.

Claro que não deve deixar o ato de compartilhar se sobrepor ao fazer.

O medo é muitas vezes apenas a imaginação fazendo uma curva errada.

Quando se livra do material antigo, você anda para frente e encontra algo melhor.

3. Extraordinário

de R. J. Palacio

Livro bonitinho, mas não muito o que falar além disso.

Já li romances mais legais do gênero “crianças que te ensinam lições”, talvez A Culpa é das Estrelas seja o melhor deles, mas confesso, com um pouco de dor na consciência, que não é o meu estilo preferido. Amo mais os realistas, e George Martin, por exemplo, certamente chamaria Auggie Pullman de criança do verão.

Li o livro por três motivos: gosto de diversificar; uma amiga próxima maravilhosa me indicou; Julia Roberts fez a adaptação para o cinema e eu gosto de ler antes de assistir ao filme.

4. As Coisas que Você Só Vê Quando Desacelera

de Haemin Sunim

Acredito que o melhor tipo de leitura seja este: o tipo que você não espera muito, e te entrega algo totalmente surpreendente.

Resolvi ler As Coisas que Você Só Vê Quando Desacelera porque achei o título legal e eu estava entediada com outro livro que estava lendo. O outro livro é em inglês e eles são mais complicados para mim. Então, decidi descansar lendo Haemin Sunim.

O autor é um monge que vive em Nova Iorque e escreve sobre seus pensamentos e aprendizados durante a vida.

Livro recomendadíssimo. Postei no Stories alguns trechos e meus alunos e seguidores amaram.

Antes de 2018

Sim, antes de 2018 eu já tinha lido bastante! No botão abaixo, há a lista de tudo o que consegui me lembrar (e algumas anotações nos principais livros). Aproveite a leitura 🙂